Polícia prende suspeitos de integrar grupo especializado em roubo a banco e carro-forte no PA

Redação Por: Redação

Segurança Novidades

Publicado em 15/09/2020 15:29h

Polícia prende suspeitos de integrar grupo especializado em roubo a banco e carro-forte no PA

Polícia Civil desarticula grupo criminoso especializado em roubo a banco e carro-forte — Foto: Agência Pará

Investigações iniciaram em fevereiro de 2020, após ataque a um veículo de transporte de valores na BR-158, em Santa Maria das Barreiras.    

Um grupo criminoso especializado em ataques a carros-fortes foi desarticulado em uma operação da Polícia Civil do Pará que encerrou nesta terça-feira (15). Durante a 'Operação Ultimato', as equipes de campo e inteligência da Delegacia de Repressão a Roubos a Banco e Antissequestro (DRRBA) e da Divisão de Repressão ao Crime Organizado (DRCO) cumpriram mandados de prisão preventiva de integrantes e apreensão dos armamentos da quadrilha na semana passada.

Em Redenção, no sul do Pará, foi cumprido mandado de prisão preventiva contra um homem que prestava apoio logístico para a preparação, execução e fuga após os ataques a veículos de transportes de valores.

As equipes também conseguiram localizar uma propriedade rural utilizada como base pelo grupo na zona rural de Ulianópolis, onde apreenderam quatro fuzis, 75 quilos de munições de diversos calibres, cordéis detonantes e 25 estopins para detonação.

A operação contou com apoio de policiais civis da Superintendência Regional do Araguaia Paraense (SRAP) e do estado da Paraíba, onde também foi cumprido o mandado de prisão preventiva. Os presos foram ouvidos e já estão à disposição da Justiça.

As investigações começaram no dia 5 de fevereiro, quando assaltantes fortemente armados atacaram um veículo de transporte de valores na BR-158, próximo ao distrito de Casa de Tábuas, município de Santa Maria das Barreiras. No dia 11 de setembro, foram realizadas as prisões em cidades do sul e sudeste paraense e no estado da Paraíba. A operação foi concluída nesta terça (15), na cidade de Redenção.

Por: G1

Comentários

Deixe seu comentário abaixo sobre esta notícia:

É Notícia Capim - Blog de Notícias