TSE quer trocar urna eletrônica por voto no celular

Redação Por: Redação

Política Novidades

Publicado em 14/10/2020 09:45h

TSE quer trocar urna eletrônica por voto no celular

Foto reproduzida: Diário Online

Considerado um exemplo no mundo, o sistema brasileiro de voto por urna eletrônica pode estar com os dias contados. O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) estuda a possibilidade de o eleitor brasileiro usar o computador e até o celular para escolher seus candidatos de forma online.

Ao todo, 31 empresas manifestaram interesse em desenvolver uma tecnologia com esse fim em um edital lançado pelo tribunal em 28 de setembro. As empresas inscritas são de diferentes portes e perfis: vão desde startups a gigantes como Amazon e IBM.

A ideia é demonstrar a novidade já nestas eleições. Juiz auxiliar da presidência do TSE e coordenador do projeto Eleições do Futuro, Sandro Vieira diz que três cidades brasileiras terão votação online, com candidatos fictícios, já no primeiro turno destas eleições, marcadas para 15 de novembro.

Os colégios eleitorais que experimentarão a tecnologia ficam nas cidades de São Paulo, Curitiba e Valparaíso de Goiás (GO).

É seguro?

As exigências do TSE é que as tecnologias apresentadas preencham três requisitos:

Identificação do eleitor por biometria digital ou facial;Sigilo de voto;Mecanismos de auditoria.

Este é o maior desafio, diz o juiz. "Sigilo e auditoria são coisas aparentemente incompatíveis, mas já é possível diante do desenvolvimento tecnológico que temos", afirma.

 Com informações: Diário Online. 

Comentários

Deixe seu comentário abaixo sobre esta notícia:

É Notícia Capim - Blog de Notícias